fbpx

fuel pumps

Avisos gráficos de mudança climática em estilo de cigarro nas bombas de combustível? Que tal não

Os consumidores estão preparados para serem perseguidos na bomba por abastecer seus carros?

Um artigo publicado na semana passada em BMJ, o jornal da British Medical Association, defende a inclusão de rótulos de advertência “estilo cigarro” em bombas de combustível, passagens aéreas e contas de energia. As advertências destacariam os “grandes impactos na saúde” dos combustíveis fósseis, tanto para o meio ambiente quanto para a saúde humana.

Os pesquisadores por trás do artigo afirmam que essa estratégia, emprestada dos esforços de controle do tabagismo, destacaria os efeitos “nocivos” dos combustíveis fósseis e sua contribuição para a mudança climática.

Os rótulos de advertência conectam a ameaça abstrata da emergência climática com o uso de combustíveis fósseis aqui e agora, chamando a atenção para o verdadeiro custo dos combustíveis fósseis (as externalidades), pictórica ou quantitativamente. Elas sensibilizar as pessoas às consequências de suas ações, representando nudges, destinados a incentivar os usuários a escolher alternativas aos combustíveis fósseis, aumentando assim a demanda por energia renovável de carbono zero.

Embora haja todos os motivos para se preocupar com a mudança climática, não há evidências de que “rótulos de advertência” nas bombas de gasolina farão algo para dissuadir as pessoas de usar seus veículos para ir ao trabalho, visitar a família ou fazer recados.

Vários estudos mostraram que os rótulos de advertência são não efetivo na mudança do comportamento do consumidor. Diante do aumento de rótulos de advertência em muitos produtos, incluindo aqueles exigidos pela lei Prop 65 da Califórnia, que rotula quase tudo como cancerígeno, a maioria dos consumidores simplesmente se desliga e aprende a ignorá-los.

Como as pessoas comuns precisam de combustível para seus carros, não é preciso muita imaginação para ver tais rótulos facilmente ridicularizados.

Em vez de informar as pessoas e tentar mudar seu comportamento, essa medida infantiliza os consumidores e assume que eles não são inteligentes o suficiente para fazer a conexão entre a direção diária e as mudanças climáticas. E não é como se esses avisos propusessem alternativas.

Quando se trata de tabaco, um dos maiores catalisadores para parar de fumar foi, na verdade, inovação: dispositivos vaping e alternativas de redução de danos à nicotina, não rótulos de advertência.

A inovação permite que novos produtos levem os consumidores a mudar para produtos menos nocivos.

Em vez de tentar usar rótulos de advertência que não funcionam, que tal educar os cidadãos sobre alternativas energéticas que produzem menos gases de efeito estufa, como a energia nuclear, gás natural, ou biodiesel?

Se permitirmos que as forças criativas e a inovação obtenham uma solução, isso não seria mais eficaz?

Isso pode ser uma tentativa de “induzir” as pessoas a usar menos combustíveis fósseis, mas não será tão eficaz na mitigação da mudança climática quanto a inovação real. Talvez seja isso que devemos escrever nas bombas de combustível.


O Consumer Choice Center é o grupo de defesa do consumidor que apoia a liberdade de estilo de vida, inovação, privacidade, ciência e escolha do consumidor. As principais áreas políticas em que nos concentramos são digital, mobilidade, estilo de vida e bens de consumo e saúde e ciência.

O CCC representa consumidores em mais de 100 países em todo o mundo. Monitoramos de perto as tendências regulatórias em Ottawa, Washington, Bruxelas, Genebra e outros pontos críticos de regulamentação e informamos e ativamos os consumidores para lutar pela #ConsumerChoice. Saiba mais em consumerchoicecenter.org

Role para cima